Como se concentrar para estudar melhor em 9 etapas eficazes

614
Philip Kelley
Como se concentrar para estudar melhor em 9 etapas eficazes

Você não pode estudar? Aprenda como se concentrar para estudar pois um exame é um dos melhores hábitos que você pode adotar; você obterá melhores notas e também terá mais tempo livre.

Neste artigo, tentarei fornecer-lhe alguma luz, fornecendo-lhe um guia para trabalhar com base em uma série de pontos que são facilitadores de um estudo eficaz..

Somente esta informação irá encorajá-lo a se concentrar melhor: para atingir um estado ideal de concentração, leva cerca de 10 minutos. Se você quebrar esse estado, você terá que começar do 0 e precisará de mais 10 minutos para reorientar.

É como dirigir; Você precisa começar da primeira marcha, passando pela segunda, terceira e quarta para chegar à quinta. Mas se você cair repentinamente do quinto para o primeiro, terá que recomeçar..

Este guia pode ajudá-lo se você decidiu retornar aos estudos depois de um tempo sem estudar, se você tem que lidar com um grande número de assuntos e não tem um método com o qual se sinta confortável ou se o método que você está usando assim agora não foi tão eficaz quanto você gostaria.

O déficit em habilidades organizacionais é uma das muitas causas do fraco desempenho acadêmico que existe hoje. Além disso, devemos acrescentar o mau funcionamento de um sistema educacional que não motiva nem desperta o interesse de muitos jovens.. 

Logicamente, muitas outras causas poderiam ser agregadas, por se tratar de um assunto muito complexo, mas o objetivo deste artigo não é fazer uma análise detalhada sobre o assunto..

Por outro lado, a situação de crise económica e de falta de emprego em que nos encontramos encoraja (ou pressiona) muitas pessoas que deixaram de estudar há muitos anos a fazê-lo novamente. Se este for o seu caso, as etapas que oferecemos abaixo irão ajudá-lo a recuperar o hábito.

O bom planejamento, a escolha adequada do espaço de estudo, o cuidado com a alimentação e o descanso, o trabalho estruturado e o aproveitamento da viagem são os pilares que sustentam este guia..

Você também pode se interessar por esses truques para estudar melhor.

10 passos para se concentrar para estudar melhor

1-Organize e planeje seu estudo

O primeiro passo para aumentar a eficácia do seu estudo é se organizar. Descubra tudo o que se relaciona com as disciplinas em que vai ser avaliado: datas de exames, programas de avaliação, bibliografia de que possa necessitar, partes da disciplina destacadas pelo professor, etc..

Certifique-se de ter todo o material necessário para estudar: anotações, livros, vídeos, etc. Se estiver faltando alguma coisa, tente localizá-la o mais rápido possível. Ter todo o material preparado o ajudará a focar sua atenção no estudo.

Um problema muito frequente entre os alunos é o excesso de material e por isso dedicamos um ponto a ele posteriormente..

O tempo é uma das chaves para uma boa organização. Planeje de forma realista o tempo que você vai dedicar ao estudo e o cálculo aproximado da agenda que você poderá fazer nesse tempo. Se você for muito ambicioso e definir metas muito difíceis de alcançar, tanto sua motivação quanto sua confiança no método de estudo serão afetadas..

É importante que ao preparar o seu calendário tenha em conta a possibilidade de imprevistos que o podem atrasar. Reserve, de vez em quando, tempo para cobrir essas eventualidades. Se esses imprevistos não acontecerem, você pode usar esse tempo para revisar o conteúdo, seguir em frente ou simplesmente dar um tempo..

Logicamente, se deixar tudo para o final, não terá tempo para planejar e organizar seu estudo, muito menos para resolver imprevistos ... então faça
caso seu professor e não deixe para o último minuto!

2-Estude em local apropriado

Para obter o máximo do seu tempo de estudo, você precisará encontrar (e / ou adaptar) o local onde irá trabalhar. Algumas das características que este local deve ter são:

  • Deixe-o quieto, sem barulho ou distrações.

  • Que tenha espaço para colocar todo o material que você precisa (notas, livros, notas, computador, etc.).

  • Que tenha boa iluminação e boa temperatura: estudar com pouca luz e / ou más condições de ar condicionado favorece o aparecimento precoce da fadiga.

  • Tenha uma cadeira confortável: se você estiver sentado com uma postura incorreta ou usando uma cadeira desconfortável, pode sentir desconforto nas costas muito em breve.

Algo que também gostaríamos de recomendar é que você use roupas confortáveis ​​quando for passar o tempo estudando. Usar calças justas ou sapatos desconfortáveis ​​não é uma boa ideia, já que você vai passar muitas horas sentado e esse desconforto vai consumir um pouco de sua energia.

3-Elementos de distração de controle

O celular é, sem dúvida, a estrela dos distratores. Chamadas e mensagens de amigos, pessoas conversando através de um dos vários grupos do WhatsApp que você possui, e-mails, notificações de diferentes aplicativos, etc. Se você quer se concentrar, aceite que seu celular é seu inimigo.

Desligue o celular e deixe-o em um lugar afastado da cadeira, ao qual não consiga alcançar sem se levantar e caminhar alguns metros. Isso lhe dará alguns segundos para controlar seu impulso, o que será muito útil..

Se você trabalha com o computador e isso sempre leva você a acabar no Facebook, Twitter e outros sites que tiram seu tempo de estudo, sugerimos que instale um programa antidistração.

O SelfControl é um daqueles programas que o ajudará a combater as distrações do seu computador, já que bloqueia sua entrada em certas páginas da web e programas e você mesmo pode editar a lista de distrações.

Você deve levar em consideração tudo o que o distrai, não apenas o seu celular e a Internet. Você tem um animal de estimação e se diverte brincando com ele em vez de estudar? Você estuda em um lugar onde é fácil para outras pessoas interrompê-lo? Analise suas distrações e mantenha-as longe de você durante seu tempo de estudo.

4-Faça pausas frequentes

É muito mais eficaz estudar 30 minutos focado na tarefa do que fazê-lo por 60 com pouca atenção. Portanto, se precisar de alguns minutos de descanso a cada X vezes, faça-os. É um investimento e a qualidade do seu estudo será aumentada com total segurança.

Lembre-se, não prolongue um desses rompe até o infinito. Se neste momento for difícil para você manter sua atenção, comece descansando 5 minutos a cada 20 de estudo e veja o alongamento dos blocos de estudo conforme você se acostuma.

5-Selecione bem o material

Como comentamos em um dos pontos anteriores, muitos alunos têm o problema de anotações excessivas: eles anotam - absolutamente - tudo o que o professor diz, imprimem os slides que o professor dá, fazem resumos de leituras complementares, etc..

No outro pólo estão os que têm déficit de material: não fazem anotações em aula e se limitam a estudar com o mínimo (por exemplo, os slides que a professora mostra na aula).

Selecionar bem o material que você vai usar para estudar é uma tarefa muito importante. Quer você acabe tendo muito material, ou se você tiver de menos, sua eficácia será prejudicada..

O objetivo é que você tenha as informações necessárias para adquirir os conhecimentos que correspondem a cada assunto, sem que isso signifique ir tão fundo que toma muito tempo e tem que tirar de outro assunto. Se você faz isso porque é apaixonado, deixe por um período quando você tiver menos trabalho ou estude no seu tempo livre.

6-Use seu próprio método

Você tem que descobrir por si mesmo qual é o método de estudo que melhor se adapta aos seus gostos e necessidades. Para alguns, a melhor maneira pode ser ler ou sublinhar notas, enquanto para outros pode ser fazer resumos, diagramas, mapas conceituais, apresentações em Power Point, etc..

Experimente os diferentes métodos de estudo por um tempo e escolha aquele que melhor se adapta a você em todos os momentos. Dependendo dos assuntos que você está enfrentando o tempo todo, um método ou outro será mais eficaz.

Resumos e esboços tendem a funcionar bem para assuntos altamente teóricos que você precisa memorizar (por exemplo, história), enquanto mapas conceituais podem funcionar para você com conteúdo mais prático (por exemplo, marketing).

7-Cuide do seu corpo

Uma boa noite de sono, uma boa alimentação e um estilo de vida ativo são três pilares que devem acompanhá-lo ao longo da vida. Viver com esses três elementos o ajudará a alcançar um estado de bem-estar emocional.

O cansaço é um grande inimigo dos alunos. Se estiver cansado, você se distrairá facilmente e terá dificuldade em assimilar as informações com as quais está trabalhando. Uma alimentação balanceada, uma boa hidratação (uma garrafa de água enquanto você estuda nunca vai te fazer mal) e suas 8 horas de descanso vão te dar um bônus no momento de estudar.

Praticar exercícios regularmente permitirá que você trabalhe os músculos, desestesse e distraia sua atenção..

8-Exija-se, mas não exceda seus limites

Esforço, comprometimento e perseverança aumentam as chances de você ter sucesso no que se propôs a fazer. Ter um alto nível de auto-exigência é positivo, mas não se esqueça que é muito importante que você aproveite a jornada.

Se você estabelece metas tão exigentes que são praticamente inatingíveis e se esquece de aproveitar a viagem, sua motivação vai sofrer rapidamente e você descobrirá que é missão impossível alcançar seu objetivo final.

Então, quando você tiver um daqueles dias que todos nós temos quando nada acontece do nosso jeito, faça uma pausa. Se você tiver um desses dias, relaxe e não se sinta culpado. Se você tem seguido um bom planejamento, pode facilmente compensar este dia fora.

9-Encontre o seu elemento

Quando as matérias que você tem que estudar tratam de um assunto que lhe interessa, tudo fica muito mais fácil para você. Explore qual é a sua paixão e, quando descobri-la, vá em frente sem se deixar guiar por questões como oportunidades de emprego com determinados estudos ou o salário que receberá.

Infelizmente, isso não é comum. Muitos alunos, especialmente durante a escolaridade obrigatória (mas também a nível universitário), estudam com o único objetivo de passar num exame e obter um determinado grau.

Se você não sabe qual é a sua paixão, não se assuste. Poucas pessoas têm a sorte de ter isso claro. Algo que pode orientá-lo é responder a esta pergunta: que trabalho você faria voluntariamente?

Porém, por mais que goste do que estuda, você sempre vai acabar passando por momentos em que terá que enfrentar temas difíceis ou que não te atraem muito, então você precisará estar preparado e ter um método para lidar com eles..

Os nove pontos delineados neste guia têm como objetivo fornecer orientação para ajudá-lo a criar seu próprio método de estudo. Cada pessoa tem gostos e necessidades específicos, por isso para alguns pode ser muito importante, por exemplo, o facto de estar num local sossegado e sem ruído para estudar, enquanto para outros isso pode não ser um ponto relevante.

Esperamos que este guia possa ajudá-lo a alcançar seus objetivos acadêmicos com sucesso. E se você leu este artigo e perdeu algum ponto que acha interessante ou gostaria de explicar sua experiência após aplicar essas dicas, não hesite em nos escrever na seção "Comentários".


Ainda sem comentários